17/02/2010

Letra indédita

Inspirado pelo anúncio do retorno da Arcádia Vermelha e pela nossa discussão sobre qualidade das letras, resolvi postar uma das minhas para a avaliação de vocês. Não sei se mais tarde ela venha a ser uma canção para a Arcádia ou até mesmo para os Simbiontes, mas tá aí. Arriscam uma análise? Postem comentários. Enjoy!


A chuva

Pé ante pé, adentro devagar pra divagar

Sem fôlego, procuro um lugar pra descansar

As viagens que fiz me deixaram tão incapaz...

Eu não agüento mais [2x]


Quero o conforto do meu quarto

Quero cortinas sem fumaça

Quero sentir luzes escassas

Que me supram a lucidez de viver


Alguém me terá assim que encontrar água


Viver a bolha inconsistente da sede

Até que não é mal

Quando no torpor das miragens

Do amor redundante

Que não me sai da cabeça

Que não me sai da barriga

Tal a dor da lombriga

Correndo pra se embriagar

De dois pra lá, dois pra cá.


Viver a sede me aliena; viver a sede me afoga

Antes tivesse uma toga pra poder pisar em você,

Conquistar quem desse as caras

Só pra ver se a sede pára.


Alguém me terá assim que encontrar água


Moço, por quem me toma?

Não me leve a mal...

Os rachões nos pés não são os da cabeça

Eu não agüento mais [2x]


Quero o conforto do meu quarto

Quero cortinas sem fumaça

Quero sentir luzes escassas

Que me supram a lucidez de viver


Alguém me terá assim que encontrar água


E quando seus amores se forem

Não esqueça de avisar

Vai dar gosto de ver na minha horta chover.


Wander Shirukaya

9 pitacos:

Jogo de palavras, texto bem estruturado, antíteses, os clássicos do autor... Porém, das letras que já li feitas por Wander (as do wind bees e uma do simbiontes)essa é uma das mais obscuras, eu diria que está mais na linha dos contos. E, como quase sempre, há uma metáfora envolvendo o texto, aí eu só consigo pegar melhor com um esclarecimento dele, fico no aguardo... (Sou mole mermo)

Hahahahahaha...
Pense, invente...
Tem sim umas coisinhas escondidas aih.

Espero que a banda d certo... rsrsrs

que bela letra!vida longa a banda!!

é legal a letra, queria ver cantada, mas assim é estranhamente estranha, se é obscura ou não ai ja é outra coisa, pois como dizia o poeta: o sentido da coisa ta no seu ponto de vista, pra mim ta parecendo uma dor de cotovelo ou uma ausencia de amor a letra da musica. (leo podre).

Nao entendi o coment. O q tem Leo Podre a ver com a declaração, DK? Leo Podre está com dor de cotovelo ou coisa assim?

Este comentário foi removido pelo autor.

varei, praticamente uma letra de uma musica brega metaforisada, é melhor ser direto, talvez um dia reginaldo rossi veja e goste e posssa compra a letra, ai vcs ganham uma graninha. e ao meu ver quem postou foi leo o negoço la de cima, mas como ia sair com o nome da conta de dk ai por isso ele assinou, mas tempo pois nem sempre a inteligencia vem junto com percepção ou raciocinio lógico. kkkk, fica o meu abraço.

para quem curti ler msm seu bg resumi isso

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More